top of page
  • Foto do escritorMariana Caldeira

Será a família o nosso bem mais precioso?

Atualizado: 8 de fev. de 2023

Não sei se queres ler isto, mas infelizmente a realidade de muitas pessoas não é esta. Para muitos a família representa uma fonte de angústias, medos, inseguranças, traumas, ...


Sim, eu sei... sei que é isto que nos vendem, sei que a ideia de família está muito romantizada na nossa sociedade e sei sobretudo que isso causa um grande peso em quem não tem uma família que corresponde a essa ideia.


"Será que o problema é meu?" - este é um dos pensamentos que ecoa na cabeça de muitas pessoas, porque se sentem completamente deslocadas do que seria esperado.


"Não podes reagir assim, é a tua mãe" - e isto é o que muitas pessoas ouvem quando partilham alguma situação familiar. O que sentirias se dissesses a alguém que bateste com o dedo do pé num móvel e que te está a doer e essa pessoa te dissesse "isso não é nada, não sejas medricas". Provavelmente irias sentir-te desvalorizada/o e invalidada/o. Pois bem, é isso que acontece quando ouvimos vezes e vezes sem conta coisas como "mas é a tua família", "vai ser sempre a tua família".


O peso que podemos criar com esta desvalorização é brutal e tem graves consequências emocionais, tais como a culpa, o sentimento de incompreensão, a sensação de não pertença, a crença de não ser suficiente, etc...


Talvez esteja mais do que na hora de pararmos um bocadinho com esta fantasia de que a família é o nosso bem mais precioso. Nem sempre isso acontece e se acontece, ainda bem!

180 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page